Von der Leyen promete ajuda de emergência a Zelenski face ao blackout de ataque russo

Presidente
Presidente da Comissão Europeia Ursula von der Leyen – Philipp von Ditfurth/dpa

A Presidente da Comissão Europeia Ursula von der Leyen prometeu ao Presidente ucraniano Volodymyr Zelenski ajuda de emergência para lidar com o apagão energético causado pelos «bárbaros» ataques russos às infra-estruturas críticas da Ucrânia, pelos quais culpou o Presidente russo Vladimir Putin.

«Expressei a Zelenski a total solidariedade da UE para com a Ucrânia numa altura em que sofria do bombardeamento deliberado e bárbaro das infra-estruturas civis do país por Putin. Condeno veementemente estes ataques. A Rússia deve ser responsabilizada por que quantidade de crimes de guerra», disse o Presidente da UE numa declaração após o telefonema com Zelenski.

A este respeito, Von der Leyen anunciou a iminente doação de 200 transformadores médios e um grande autotransformador pela Lituânia, um autotransformador médio pela Letónia e 40 geradores da reserva europeia comum, que estão localizados na Roménia.

«Estamos a intensificar os nossos esforços e a trabalhar com parceiros para fornecer o apoio de emergência de que a Ucrânia necessita para restaurar e preservar a energia e o aquecimento para a população civil», disse o chefe executivo da UE.

A Comissão Europeia está a trabalhar com empresas de energia em vários Estados-Membros para fornecer equipamento técnico, como mais autotransformadores, e está a coordenar com vários parceiros para os transportar rapidamente para a Ucrânia.

Está também a considerar a criação de um centro logístico na Polónia para concentrar doações de países terceiros e prestar ajuda à Ucrânia em coordenação com parceiros do G7 como os Estados Unidos, o Canadá e o Reino Unido.