Parlamento bósnio aprova a equipa de governo do primeiro-ministro Borjana Kristo três meses depois

Arquivo
Arquivo – Bandeira da Bósnia e Herzegovina – MATTEO NARDONE / ZUMA PRESS / CONTACTOPHOTO

O parlamento da Bósnia-Herzegovina aprovou na quarta-feira o gabinete chefiado pela primeira mulher chefe de governo do país, Borjana Kristo, vice-presidente da União Democrática Croata (HDZ), a principal força croato-bósnia, três meses após as eleições.

O seu gabinete, composto por nove ministros – com representação da Bósniac, Croata e Sérvio – recebeu o apoio de 23 dos 42 deputados da Câmara dos Representantes, relata o portal Balkan Insight.

Além da HDZ, a sua equipa de governo inclui ministros do partido nacionalista sérvio bósnio, a União dos Social-Democratas Independentes (SNSD), e uma coligação de oito partidos bósnio-muçulmanos de diferentes orientações políticas, dos quais o Partido da Acção Democrática Bósnio-muçulmana (SDA) não é membro pela primeira vez em 20 anos.

Kristo, a primeira mulher chefe de governo na história da Bósnia-Herzegovina, foi nomeada para o cargo no final de Dezembro de 2022 e estabeleceu como uma das principais prioridades da nova administração uma aproximação do país à União Europeia e à OTAN, embora esta opção não seja bem recebida pelos sérvios bósnios, que estão tradicionalmente mais próximos da Rússia.

Fonte: (EUROPA PRESS)