O Governo da Argentina lança a Agência Nacional do Canábis

Arquivo
Arquivo – Milhares de pessoas marcham em várias cidades da Argentina para exigir a regulamentação da cannabis medicinal como parte da Marcha Mundial da Marijuana 2016 (FILE) – MMM 2016

Na quarta-feira, o governo argentino lançou a Agência Reguladora da Indústria de Cânhamo e Canábis Médico (Ariccame), com a qual procura promover políticas públicas para regular o uso de canábis médico e industrial em todo o país.

A agência, que será um organismo descentralizado do Ministério da Economia, visa desenvolver um sector com um potencial de mais de 500 milhões de dólares americanos (457 milhões de euros) em vendas e a criação de 10.000 empregos, segundo a agência noticiosa Télam.

A Agência Nacional do Canábis regulará a cadeia de produção, comercialização nacional e exploração da planta de canábis, suas sementes e seus produtos derivados para uso medicinal, através da emissão de licenças e autorizações a empresas e organizações que cumpram os requisitos da actual regulamentação, aprovada pelo Executivo argentino em Maio de 2022.

«O lançamento da agência significa o arranque de uma nova indústria na Argentina. Uma indústria que tem 25.000 aplicações diferentes. Uma indústria que nos permitirá acrescentar valor (…) num número inumerável de sectores económicos na Argentina e no mundo», disse o Ministro da Economia argentino, Sergio Massa, durante o anúncio.

Além disso, o Ministro da Economia salientou que a agência «abre a oportunidade para a Argentina iniciar um novo caminho em termos de indústria de exportação com base numa enorme procura global», tal como relatado pela agência acima referida.

«Já temos procura, desde projectos e programas de industrialização a programas ligados à agro-indústria no Ministério da Agricultura. Tudo isto tem de ser transformado numa indústria que gera empregos, exporta para a Argentina e gera valor», acrescentou Massa.

Fonte: (EUROPA PRESS)